Programas de incentivo exaltam a vocação turística do Estado

Data: 1 de agosto de 2019
Crédito: Suzy Scarton/Vitor Necchi
Fonte da notícia: Ascom/RS

Programas de incentivo exaltam a vocação turística do Estado

A tarde desta quarta-feira (31/7) no Palácio Piratini foi de incentivo a uma área importante para o desenvolvimento econômico e o crescimento do Rio Grande do Sul. Lançados com a presença do governador Eduardo Leite e do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, os programas Investe Turismo e +Turismo.RS impulsionarão o potencial turístico do Estado.

A Turismóloga e Diretora de Turismo da Rota das Terras Encantadas, Carolina Lopes, e o Secretário Executivo do Comaja, João Schemmer, acompanharam o evento de lançamento.

Além de exaltar o potencial turístico natural do Estado, que inclui as belezas regionais, o governador lembrou a importância do trabalho e da dedicação da iniciativa privada que, sem depender exclusivamente de incentivos governamentais, se esforça para gerar riquezas em cada uma das regiões turísticas.

“Queremos potencializar a vocação turística já existente. Com o apoio dos bancos de fomento e do Sebrae, serão elaborados projetos que identificam equipamentos culturais e urbanos que ajudarão a alavancar a exploração turística da localidade e, assim, viabilizar financiamentos”, explicou.

O +Turismo.RS é uma parceria entre a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico e Turismo, o Ministério do Turismo, o Sebrae, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o Badesul – Agência de Fomento e o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE). O programa, de caráter itinerante, oferecerá apoio técnico aos municípios selecionados interessados em aprimorar a estrutura para atrair turistas. A intenção do programa é facilitar a adesão a linhas de crédito dos bancos de fomento, com juros facilitados de 7% a 10% ao ano, prazo de 20 anos para quitação e carência de até quatro anos.

A partir do dia 15 de agosto, a equipe técnica visitará representantes do setor público e privado de uma cidade em cada uma das 27 regiões turísticas do Estado. As cidades contempladas pelo roteiro itinerante são Arroio dos Ratos, Bagé, Bento Gonçalves, Canela, Canoas, Cruz Alta, Erechim, Iraí, Lagoa Vermelha, Lajeado, Montenegro, Novo Hamburgo, Passo Fundo, Pelotas, Porto Alegre, Santa Maria, Santana do Livramento, Santa Rosa, Santiago, Santo Ângelo, Sobradinho, Soledade, Taquara, Torres, Três Passos, Vacaria e Venâncio Aires.

O presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae-RS, Gilberto Petry, explicou que a união de esforços traduzida na parceria promoverá uma convergência de ações em prol do desenvolvimento turístico no Estado. “Será de vital importância para pequenas e micro empresas especializadas no setor”, acrescentou. O governador assinou termo de cooperação entre o Estado e o Sebrae-RS, visando à cooperação na elaboração de projetos que promovam o desenvolvimento do turismo local e regional.

Programas como o RS Parcerias e o RS Seguro, embora não estejam diretamente ligados ao turismo, beneficiam a experiência dos visitantes que chegam ao Rio Grande do Sul. “A concessão de rodovias, por exemplo, viabilizará a qualificação das estradas, melhorando a experiência dos deslocamentos dentro do Estado. A concessão de aeroportos também é uma forma de qualificar a infraestrutura aeroportuária, atraindo mais visitantes”, ressaltou o governador. O RS Seguro contribui para garantir a segurança dos turistas, a fim de que possam desfrutar de uma estada tranquila e revigorante.

Titular da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Ruy Irigaray afirmou que os programas serão responsáveis por intensificar algo que o Rio Grande do Sul já faz com grande capacidade. “A parceria qualifica ainda mais a indústria e facilita a vida dos empreendedores para obter investimento em infraestrutura”, afirmou.